Institucional

Natureza Jurídica

Somos uma entidade autárquica estadual, dotada de personalidade jurídica de direito público interno, com autonomia administrativa, financeira e patrimonial, com sede e foro na Capital do Estado de Goiás e possuindo jurisdição em todo o território estadual, criada em 25 de janeiro de 2011, através da Lei nº 17.257, que dispõe sobre a organização administrativa do Poder Executivo e dá outras providências. A Emater foi criada para absorver as atividades da Empresa de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater-GO), que se encontra em liquidação.

Inicialmente a Emater ficou jurisdicionada à Secretaria de Agricultura, Pecuária e Irrigação, sendo que, posteriormente passou a ser jurisdicionada a Secretaria de  Desenvolvimento Econômico, Científico, Tecnológico e de Agricultura, Pecuária e Irrigação (SED), através da Lei 18.746, em 29 de dezembro de 2014, por ser uma autarquia do grupo de Órgãos de Desenvolvimento do Governo do Estado de Goiás.

Em julho 2016, a Emater assumiu status de autarquia especial, conforme determinação da Lei Estadual nº 19.376. A partir de então, a Agência passou a ter maior autonomia funcional,
administrativa e orçamentária, de acordo com as normas da administração pública.

 

Competência Básica

Compete a Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária – EMATER a execução da política estadual de assistência técnica, extensão rural, pesquisa agropecuária e atividades correlatas ao desenvolvimento rural sustentável, atendendo prioritariamente à agricultura familiar, em consonância com a Lei federal nº 11.326, de 24 de julho de 2006; promoção de atividades de classificação de produtos de origem vegetal e certificação de produtos de origem animal. (redação dada pela lei de criação da Agência Emater, Lei 17.372, de 14/07/2011).

 

Público Alvo

A Emater tem como principal beneficiário de seus serviços/produtos o Agricultor Familiar e suas organizações, atendendo também os médios e grandes produtores rurais, e sociedade em geral.

O que fazemos

A Emater tem por objetivo principal realizar atividades de Ater- Assistência Técnica, Extensão Rural e de Pesquisa Agropecuária, prioritariamente aos Agricultores Familiares e suas organizações, objetivando geração de renda, inclusão social e a melhoria da qualidade de vida das famílias rurais, dentre outros.

Assim, nossos processos finalísticos são:

 

• ATER – Assistência Técnica e Extensão Rural

É o processo por meio do qual o Estado apoia o desenvolvimento sustentável, visando assegurar uma produção qualitativa e crescente dos alimentos, com melhores condições de vida para a população rural e urbana.

Buscam-se o desenvolvimento sustentável, a geração de renda e novos postos de trabalho, através de uma ação articulada e participativa nas diversas esferas, Federal, Estadual e Municipal, e tendo como prioridade a agricultura familiar.

Busca-se potencializar atividades produtivas capazes de atender os mercados locais, regionais e internacionais, calcadas nos princípios da agroecologia, estimular a agroindustrialização e outras formas de agregação de valor à produção primária, bem como de atividades rurais não agrícolas.

Tudo isso respeitando à pluralidade e às diversidades sociais, econômicas, étnicas culturais e ambientais do Estado e do País, com ênfase em gênero, geração, raça e etnias, bem como apoiando todas as iniciativas que visem ao desenvolvimento do Estado e do seu povo.

 

• Pesquisa Agropecuária

Geração de pesquisa aplicada por demanda tecnológica, validação e transferência de conhecimentos no campo.

 

Nosso método de trabalho

A Emater se utiliza de métodos próprios de comunicação e meio rural e fundamentos na andragogia ( educação de adultos), respeitando e resgatando o saber e o conhecimento dos agricultores. Para a execução de suas atividades são utilizados métodos simples e complexos, como também individual, grupal e massal, participativos.

As principais metodologias utilizadas pela  ATER são: Organização, Mobilização, Associativismo, Cooperativismo, Capacitação, ATER X Pesquisa, Crédito Rural, Métodos Individuais, Grupais e Massivos, que são trabalhadas através.

Os principais métodos de abordagem de trabalho utilizados são:

Excursões Técnicas | Cursos | Dia de Campo | Reuniões Técnicas | Visitas Técnicas | Palestras | Encontros | Unidades | Demonstrativas | Seminmários | Troca de Experiências